segunda-feira, 23 de abril de 2012

Uma doce verdade...Mentira!

Uma vez li uma conversa entre um filósofo e o seu aluno, mais ou menos assim: “A verdade não existe, é mentira a verdade existir”, afirmou o filósofo. O aluno respondeu prontamente: “Então se é mentira a verdade existir e se isso for mesmo verdade, então a verdade existe! Nem que seja só essa, mas existe!”.

Mentira é: "Afirmar aquilo que se sabe ser falso, ou negar o que se sabe ser verdadeiro: mentir vergonhosamente. Enganar, iludir; ludibriar. (Palavras do pai dos burros).

Mentir é contra os princípios de muitas pessoas e é um um grande "pecado" em muitas religiões (quem é o pai da mentira?). As tradições éticas e filósofos estão divididas quanto a se uma mentira é alguma situação permissível.

E porque é que mentimos? Normalmente, as pessoas mentem para esconderem aspectos que as envergonham, ou dos quais não se orgulham. Por trás de cada mentira costuma existir uma mágoa, um escândalo (uma baixaria), uma ferida (aberta) corrosiva…

Cada vez que mentimos estamos a afirmar a nós próprios aquilo que gostaríamos que tivesse acontecido, como se de um bálsamo se tratasse. Talvez seja por isso que as mentiras viciam, por serem uma espécie de ópio que nos leva acreditar não nos fatos, mas na ficção proposta. (quem mente, de tanto mentir..acaba vivendo em um mundo de mentiras e acreditando nelas)

Há até quem afirme: “Vou fingir que acredito”, ou, “Engana-me que eu gosto”! Vivemos tempos tão confusos que por vezes até preferimos ser enganados a enfrentar a verdade!

Coloca-se a questão das “mentiras brancas”, (Não to falando de armas), daquelas que servem para “ajudar”, serão mesmo apaziguadoras? É que até essas inverdades, um dia podem vir à tona e ser de estrago imenso. A verdade é que a mentira sendo viciante, também é devastadora. Não só para os enganados, mas principalmente para o mentiroso. Creio que somos canais das nossas palavras, que por sua vez são a expressão daquilo que somos.

As palavras que dizemos são a verbalização do nosso carácter, do nosso ser… A verdade por mais dolorosa que seja, vai ser sempre a melhor saída.

Um comentário:

  1. Neste planeta azul, que roda e gira
    num recanto qualquer da imensidade
    pior que tomar mentira por verdade
    é tomar a verdade por mentira.

    Belo post, senhorita!

    ResponderExcluir