quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Socorro, meu namorado é feio!

Na minha adolescência, fui muito namoradeira. Mas, muito diferente das adolescentes de hoje. Lá pros meus 15 anos, tive minha primeira paixão louca! Aquela de mandar bilhetinhos, andar de mãos dadas escondida de Cé (minha mãe), dançar de rostinho colado e no máximo uns beijinhos no pescoço! (nervosa)
Continue tendo alguns namorados (modéstia minha), e vivendo e morrendo de amor! Mas sempre tem aquele, que parece que faz uma tatuagem na alma da gente. Desse eu não esqueço.
Tímido, dono de um olhar misterioso, sorriso encantador, um verdadeiro príncipe. Minhas amigas sempre reclamavam; “Kaline, que desgraça de homem feio da porra é esse!”. Mas eu, achava ele o mais lindo de todos (cegueira do amor).

“Quem ama o feio, bonito lhe parece”, “Beleza não se põe na mesa”


Duas de milhares de frases, que realmente passam a ter sentindo quando meche com algo de nosso interesse. O amor quando acontece, não escolhe cor, sexo, religião, ele apenas acontece (que lindo). Isso é fato!
Namorar alguém que não se enquadra nos padrões estéticos vigentes ( o feio), não é fácil!  É preciso ter muita personalidade, e muito “saco” para agüentar as piadinhas dos amigos, o falatório no almoço de domingo da família...blá, blá, blá.
Eu ainda consigo ver o lado positivo da coisa. Vamos por partes:

  • Namorados feios, são menos egocêntricos (se acham menos), são sempre mais dedicados a você. (bingoo)
  • Eles sempre vão te achar um máximo, mesmo depois daquela sua 'engordadinha'.
  • Ao acordar juntos, ele vai te olhar como você fosse uma diva!
  • “Não vai ter fila de ‘piriguetes” esperando você dar “mole”, pra abocanhar seu gatinho (feinho).
  • Eles geralmente são atenciosos, e mais esforçados na “cama” (uma coisa compensa a outra).
  • E por fim, são sempre mais fieis. 

 Reflexão:
Ter um namorado feio não é o fim do mundo! Com o tempo você aprende, que não adianta muita beleza se não existe segurança, dedicação,  fidelidade, amor. E muita vezes, o príncipe de hoje pode se tornar um  sapo amanhã, e sapo de hoje pode virar um "Rei" para sempre. (essa é a parte que vocês choram!)

Por Paula Kaline

2 comentários:

  1. É... estou sentindo a diferença...
    Namorava um feinho que pouco me esquentava a cabeça e me dava um tratamento de diva..
    Agora, namorando um daqueles que tds gostariam de namorar estou perdendo os cabelos e não tendo a atenção devida.

    ResponderExcluir
  2. hahaha!! excelente! Afinal, "a beleza está nos olhos de quem vê" :)

    ResponderExcluir