terça-feira, 18 de outubro de 2011

Saudade...

Saudade é a única palavra da língua portuguesa que não tem tradução em nenhuma outra língua. A Wikipédia diz que ela vem do latim "solitas, solitatis" (solidão), na forma arcaica de "soedade, soidade e suidade" e sob influência de "saúde" e "saudar". Já Rubem Alves dizia que saudade é a nossa alma nos dizendo para onde ela quer voltar.

Mas afinal, para nós pobres mortais, o que é a saudade? Saudade é um sentimento paradoxal. Ela maltrata e alenta, dói e consola. Ela é boa e ruim. Boa quando lembramos de algo ou alguém que em algum momento das nossas vidas nos fez feliz de tal forma que queríamos que o tempo parasse naquele instante. Ruim quando você sabe que nunca mais terá de volta aquilo que tanto o seu coração deseja.

E lembrar dos cheiros, dos gostos, dos sons, do sexo, do amor. E sonhar, e sonhar e continuar sonhando...

Mas saudade, independente de qualquer coisa, é boa de sentir. Fechar os olhos, lembrar e reviver, mesmo que seja em pensamentos de uma felicidade ou de alguém que te fez feliz não tem preço. É algo inexplicável. Só quem sente entende do que estou falando. Ando nostálgica esses dias. Aquela nostalgia que a gente sabe que passa, mas sente. E as minhas saudades é em conjunto. Uma saudade vivida a duas. E vocês? Do que vocês sentem saudade?


Por Karoliny Dias
semessadeamelia@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário