quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Mulher insistente é um saco


Essa noite tava conversando com uma pessoinha especial e falamos sobre, vários assuntos sendo que dois deles em especial eram a insistência e maturidade. Pra vocês entenderem melhor vou começar pelo começo (e vale aqui nesse caso a redundância por que eu quero que ela valha ;D). Começamos falando sobre o ônus dos erros alheios, no caso o da abençoada da Eva que fez o Adão comer a maçã e nós, pobres mortais, pagamos pelo erro dela até hoje.

E assim a conversa foi fluindo, sendo que nele recebi uma aula de como tanto Adão quanto Eva erraram em toda essa situação. Sim Karoliny, mas onde entra a insistência e a maturidade nessa história? Simples, na falta de sabedoria da mulher. Muitas atitudes erradas do homem devem-se a isso. A falta de sabedoria da mulher em como agir em situações que às vezes são simples, mas elas conseguem, acreditem, errar. Às vezes fico possessa com isso, já que nós mulheres somos um ser provido de muita, mais muita inteligência.

Um dos principais erros é a insistência. Não vou aqui pagar de sábia por que é claro já fiz isso algum dia na vida. E ‘nussa’, como fui insistente. Sinceramente hoje me envergonho de ter feito isso. Fico imaginando o quanto não me humilhei por alguém que não valia nem um pingo a pena. Geralmente é isso que acontece, sempre ficamos insistindo em algo que não é pra gente ao invés de agradecer ao Pai pelo livramento que ele está dando. Pulei uma fogueira como essa há alguns anos. Na época achei que não era justo eu estar passando por tudo aquilo, mas hoje faço igual ao padre Marcelo: “erguei as mãos e dai glória a Deus”.

Moral da história? Aprendi a deixar quem eu amo livre. Ou como diz aquela frase que vi rolando no Facebook “jogue pro alto, se voltar é seu”. Pode parecer bobagem, mas acredito nisso. Nada melhor do que alguém estar ao seu lado por que ela te ama e te quer e não por que você ficou enchendo o saco pra que isso acontecesse. Então meninas joguem pro alto, se voltar, segura. É teu! 




Karoliny Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário